iluminação de padaria

Iluminação de padaria: saiba como e por que planejar

18 de Julho de 2019

A vontade de comer começa pelos olhos. Um prato bem apresentado desperta o apetite e o contrário também é verdade: comida exposta de maneira descuidada pode causar rejeição por parte dos consumidores. A regra também é válida para espaços de venda e consumo de alimentos, e, enquanto espaço que mistura as duas modalidades, a iluminação de padaria cumpre um papel essencial na hora de ambientar corretamente os diferentes setores.

Quando bem planejada, a iluminação de padaria pode destacar qualidades das delícias oferecidas e intensificar a experiência sensorial do cliente, além de prover o conforto térmico do ambiente, visando conservar os alimentos e acomodar funcionários e clientes.

Adapte a iluminação

A padaria não é só um ambiente de compras, onde o cliente entra e sai rapidamente, esse estabelecimento também deve ser um ambiente convidativo que instigue o cliente a se acomodar e saborear os alimentos apresentados nas gôndolas e no balcão. Por isso, o projeto luminotécnico de padaria deve prever um espaço para consumo aconchegante e convidativo, transmitindo uma sensação familiar de conforto usando iluminação mais quente e suave.

Já no setor de produção, a recomendação é contrária: para garantir produtividade e segurança do trabalho de elaboração dos produtos, a iluminação de padaria na cozinha deve ser mais nítida e, portanto, mais iluminada, seguindo os padrões brasileiros da NBR, que estabelece um nível de iluminância de 150 a 300 lux para este espaço.

Procure um profissional 

Com a ajuda de uma consultoria luminotécnica, é muito mais fácil e econômico criar um ambiente funcional e agradável. A orientação de um profissional permite que você escolha o que é mais adequado para seu espaço, calculando nível de iluminância e distribuição de focos de luz. Além disso, a consultoria prevê o gasto energético, o desempenho e a durabilidade das lâmpadas selecionadas, assim como a distribuição delas no ambiente, evitando desperdício de material e energia, prevenindo gasto financeiro desnecessário.