aterramento

A importância do aterramento nas instalações

10 de Março de 2015

O aterramento pode ser definido como um sistema utilizado para evitar desequilíbrios na tensão elétrica de uma instalação qualquer, eliminar fugas de energia desbalanceando as fases na rede externa (fornecimento) e prevenir contra choque elétrico através do contato humano com a carcaça (parte metálica) de equipamentos com falha no isolamento. O condutor de proteção é identificado pelas cores verde e amarela ou simplesmente verde, segundo padrão especificado na NBR 5410 (norma técnica da ABNT).

O principal objetivo do aterramento é proteger as pessoas e o patrimônio de falhas (curto-circuitos) na instalação. Simplificando, se uma das três fases de um sistema não aterrado entrar em contato com a terra, intencionalmente ou não, nada acontece. Nenhum disjuntor desliga o circuito, nenhum equipamento para de funcionar.

O segundo objetivo de um sistema de aterramento é oferecer um caminho seguro, controlado e de baixa impedância em direção à terra para as correntes induzidas por descargas atmosféricas (raios).

Os equipamentos ou componentes elétricos utilizados em uma instalação elétrica não devem dar choques elétricos. Se isso acontece é porque provavelmente há um defeito. Se o defeito está na isolação de um aparelho ou de um equipamento, então eles devem ser consertados imediatamente.